junho 25, 2008

Da vista e da língua portuguesa



Lisboa tem uma atmosfera inspiradora ao pôr-do-sol. Do alto do bairro da Graça pode-se observar esta vista belíssima. O Castelo de São Jorge à esquerda e ao fundo a ponte 25 de Abril. Um mirante, uma boa conversa e um calmo entardecer. Inúmeros turistas, mas também os moradores do local. Ouço uma língua que reconheço, entretanto, não compreendo tão bem assim. A mesma língua que falamos, mas com vocabulários e usos diversos. Para eles nós falamos “português brasileiro”. A língua evoluiu com os diferentes usos dos falantes, influenciada por vários idiomas e dialetos. A “língua de Camões”, chamada assim por causa do escritor Luis de Camões, é também dos habitantes de Angola, Cabo Verde, Guiné-bissau, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e do Brasil, pois... Aguardamos a implementação da reforma ortográfica na Comunidade de Países da Língua Portuguesa (CPLP).

Glossário:
Descarga = autoclismo
Vaso sanitário = sanita
Carro conversível = descapotável
Cafezinho = bica
Café da manhã = pequeno-almoço
Ônibus = autocarro
Trem = comboio
Goleiro = guarda-redes
Legal = giro, fixe e porreiro
Cara = gajo
De graça = de borla
Bah = pah

1 comentário:

Luciana F. disse...

Nossa, que foto linda!!! Não vejo a hora de dar um pulinho por essas bandas....Continue nos mostrando a vida desse lado aí do mar que a gente adora! Bjos!