junho 17, 2008

Percepção





A percepção perpassa os cinco sentidos: a visão, a audição, o tato, o paladar e o olfato. Neste lugar especial chamado Azenhas do Mar, no litoral português, podia sentir o cheiro do mar e da vegetação, ouvia o ruído do mar, dos carros e de algumas abelhas, aparava as mãos na mureta e olhava abaixo a praia e ao longe as casas, uma visão que não se sabe bem o porquê aquieta o espírito.
Dá para sentir uma certa melancolia neste lugar, mesmo em meio à feliz combinação das cores da paisagem. Também sente-se uma alegria suave de poder contemplar e uma vontade de partilhar a vista com todas as pessoas que amamos. A percepção muda como as ondas do mar, parece uma vila perdida, destas onde os personagens de um filme chegam porque se perderam da estrada. Pergunto-me quem vive naquelas casas, qual a vista de suas janelas, se há crise na Europa para aquelas pessoas.
Sinto-me feliz por ter a percepção de que um momento pode ser único e especial na vida da gente. Ainda mais quando amamos.

Sem comentários: