janeiro 21, 2009

4 horas de quê?


"E vou deitar ao papel as reminiscências que me vierem vindo"
(Dom Casmurro - Machado de Assis)
:....
Estava ali, no centro de coisa nenhuma, de onde partira.
Não tinha nome ainda mas já tinha uma história, pelo menos isto.
Lembrava-se que um dia tinham-lhe dito que havia um destino a seguir, mas confessava que não tinha a menor idéia do que viria de fato.
Tinha uma folha em branco em sua frente.
Não acreditava em destino. Tinha apenas a idéia vaga e distorcida de que existia um presente. Um tal presente que se faz ausente, enquanto observa-se tudo descontente.
Cansada, olhava para o seu relógio, os ponteiros marcavam 4 horas.
4 horas de quê?
4 horas de dor de cabeça
4 horas de insônia
4 horas de intenso prazer, quem sabe...
Tinha um papel e uma caneta em suas mãos.


* Foto de minha autoria, um lugar ermo chamado Malpica, próximo de Castelo Branco.

Sem comentários: