agosto 14, 2009

De pensamentos imprecisos

“Também me surpreendo, os olhos abertos para o espelho pálido, de que haja tanta coisa em mim além do conhecido, tanta coisa sempre silenciosa.”
Clarice Lispector in "Perto do coração selvagem"

Sinto-me derretida por uma experiência precoce de envelhecimento.
Vontade de tocar todas as campainhas, fazer pirraça e correr na praça.
Fazer algo politicamente incorrecto.
Mas deixo o resto para o restante, de pensamentos imprecisos.

Sem comentários: